Turistas se juntam a mineiros para assistir Brasil e Croácia

Boa parte dos restaurantes, que faz da famosa rua Pium-í um dos locais mais badalados da capital mineira, estava com a casa cheia e muitos torcedores assistiram a partida em pé ou na calçada

iG Minas Gerais | Ana Paula Braga |

Barzinhos lotados, gente bonita e um clima bastante agradável. As ruas do bairro Sion, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, foram tomadas na tarde desta quinta-feira (12) por torcedores mineiros e turistas de diversas partes do mundo. Todos juntos e misturados para assistir ao jogo de estreia do Brasil na Copa do Mundo contra a Croácia. O placar final de 3x1 foi motivo suficiente para a maioria estender as comemorações da vitória e permanecer nas mesas dos bares entre os amigos e a família.

Boa parte dos restaurantes, que faz da famosa rua Pium-í um dos locais mais badalados da capital mineira, estava com a casa cheia e muitos torcedores assistiram a partida em pé ou na calçada. Durante a exibição da partida, foi possível perceber que muitos clientes foram barrados na porta de determinados estabelecimentos por conta da lotação e da falta de espaço no interior dos ambientes.

A princípio, a rua estava tranquila com a presença de guardas municipais e de viaturas de patrulha da Polícia Militar, que circulavam de tempos em tempos na região. Não houve registro de roubos ou qualquer tipo de tumulto ou confusão entre os torcedores. Os bares SópraCopa, Bar do John e Jangal rolou mais clima de paquera e um público jovem, alternativo. No Café do Carmo, Quermesse e Cia do Boi, por exemplo, ficaram repletos de famílias e pessoas curtindo o happy hour após a dispensa do trabalho.

Já na praça Juscelino Kubitschek, também conhecida como parque JK, no bairro Mangabeiras, a festa para a torcida brasileira começou cedo, com barraquinhas de bebidas e comidas típicas desta época do ano. Por volta das 16h, o grupo Delegas Samba Clube garantiu o melhor do samba de raiz e, aos poucos, foi chamando a atenção das pessoas para curtir a festa da estreia na Copa. No local, havia um telão enorme para que todos pudessem assistir ao jogo e permanecer na praça para aproveitar o restante da festa. Após o término de BrasilxCroácia, foi a vez do bloco Alcova Libertina subir ao palco para relembrar clássicos do rock e, de quebra, ouvir até canções românticas para encerrar o Dia dos Namorados em grande estilo.            

Leia tudo sobre: COPA DO MUNDO