Torcedores superam frio e chuva fina para seleção colombiana

Cerca de 15 colombianos foram ao hotel para levar incentivo aos atletas, que no sábado enfrentam a Grécia no Mineirão

iG Minas Gerais | Antônio Anderson |

A seleção da Colômbia desembarcou na noite desta quinta-feira em Belo Horizonte e foi recepcionada por cerca de 15 torcedores colombianos, que compareceram ao hotel Ouro Minas, localizado na região Noroeste da capital, para tentar ver seus ídolos de perto. Enrolados na bandeira do país, eles enfrentaram o frio e a fina chuva na esperança de conseguir um autógrafo ou tirar uma foto com um dos jogadores. “Vale qualquer sacrifício para ver a nossa seleção de perto”, afirmou o técnico em eletrônica Alfer Quintero, 37.

Com ingresso garantido para o jogo de sábado, contra a Grécia, no Mineirão, Quintero e um grupo de amigos enfrentaram uma verdadeira maratona para vir ao Brasil acompanhar a Copa. Eles saíram de avião da Colômbia até o Panamá e do Panamá até Assunção, no Paraguai. De lá, eles seguiram de ônibus até Belo Horizonte. “Nossa intenção ao vir aqui é a de tentar levar incentivo aos nossos jogadores e fazer eles se sentirem como se estivessem em casa”, ressaltou Quintero. Torcedor do Once Caldas, o autônomo Juan David, 31, era um dos mais animados com as chances da Colômbia na competição.

“Os favoritos para o título são o Brasil, a Alemanha, a Argentina e a Espanha, mas a Colômbia tem um grupo forte e também pode surpreender”, destacou David, que aposta em uma vitória da seleção da Colômbia por 2 a 0 no sábado, em seu jogo de estreia na Copa do Mundo. Em sua primeira passagem por Belo Horizonte, a jornalista Matilde Hernandes, 33, também esbanjava confiança sobre as chances da La Tricolor no Mundial. “Não disputamos a competição desde 1998 e esses jogadores nos passam muita confiança de que podemos fazer uma boa campanha”.

Nem só colombianos compareceram ao hotel para tentar ver os jogadores de perto. Nascida no Brasil e filha de colombianos, Maria Gabriela, 13, estava animada com a chegada dos jogadores. “Eu vou torcer pelos dois países. Caso aconteça deles chegarem na final, para mim vai ser uma grande alegria, independente de quem for o campeão”, declarou a estudante, que estava companhada do pai, Juan Gabriel. “Temos jogadores muito bons neste grupo e acredito que podemos fazer uma boa campanha”, destacou Gabriel, que mora no Brasil há 15 anos.

A delegação colombiana chegou na capital mineira com uma grande escolta policial e entrou no hotel por um acesso lateral. A Colômbia realiza na manhã desta sexta-feira um treino de reconhecimento do gramado do Mineirão.

Leia tudo sobre: colombiatorcedoreshotelchegadaouro minastreino