Robben rechaça vingança contra a seleção espanhola

Atacante perdeu chance de ouro na final da última Copa e viu a Fúria levantar o troféu de campeã

iG Minas Gerais | THIAGO PRATA |

Vice-campeão com a Holanda em 2010, Robben prega cautelo neste Mundial
UEFA/DIVULGAÇÃO
Vice-campeão com a Holanda em 2010, Robben prega cautelo neste Mundial

Dia 11 de julho de 2010. O atacante Robben perde uma chance clara de gol, que poderia valer o primeiro título mundial da seleção holandesa. Mas foi a Espanha quem se sagrou campeã, com um tento de Iniesta na prorrogação.

Dia 13 de junho de 2014. Quase quatro anos depois daquela final indigesta para a Laranja, Robben tem a chance de dar o troco na Fúria, mesmo que a partida seja “apenas” da primeira rodada do grupo B da Copa do Mundo. Só que o avante rechaça o clima de revanche.

“A final de 2010 já passou. Agora, é outra partida. Claro que também é muito especial. Será uma grande partida. Mas vamos focar no futebol e no jogo. Não queremos olhar para o passado, queremos olhar para o futuro”, declarou o atacante.

Robben destacou a preparação do time holandês para este duelo de estreia no Mundial e se mostra determinado a ajudar a Laranja a chegar longe novamente.

“Tudo faz parte do esporte. Aquela decisão (de 2010) faz parte da minha carreira, parte de mim. Estamos focados na partida de amanhã (sexta-feira)”, disse.

Leia tudo sobre: HolandaEspanhaRobbenIniesta