Como reserva, Chicharito diz que vai responder ao técnico nos treinos

Atacante do Manchester United é um dos principais jogadores da equipe da América do Norte, mas terá que brigar por vaga no time titular

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Chicharito, do Manchester United e do México
Flickr/Divulgação
Chicharito, do Manchester United e do México

Principal astro da seleção mexicana, o atacante Chicharito, 26, vai ser reserva na estreia do país na Copa, contra Camarões, nesta sexta-feira (13), na Arena das Dunas. Após o treino de reconhecimento do estádio em Natal, o jogador do Manchester United falou que respeita a decisão do técnico Miguel Herrera, que escalará Peralta e Giovani dos Santos no ataque. "Não, ele não me disse (que seria reserva). Fiquei sabendo pela imprensa. Tenho que ser respeitoso com meus companheiros. Vou seguir falando onde gosto de falar, que é dentro de campo", respondeu Chicharito. O atacante também disse que não está com qualquer problema físico e deseja estar em campo em todos os jogos da fase de grupos, contra Camarões, Brasil e Croácia, sem distinguir qual considera melhor para jogar. "Nunca me vi como reserva e não gosto de ser um. Estou trabalhando em todos treinos (para ser titular), sempre desejo jogar, mas são coisas que não estão em minhas mãos", concluiu. Mais cedo, para explicar a ausência do atacante do Manchester United entre os 11 que começam o jogo desta sexta-feira (13), Herrera disse que "a competição interna está muito apertada" e ele gostou da "química" de dupla de ataque composta por Giovani dos Santos e Peralta. "Os jogadores vão deixar a pele, a alma, até a última gota no campo", afirmou Herrera, que escalará a seleção mexicana no esquema 5-3-2, sendo três zagueiros, deixando os laterais com liberdade para avançar quando o time estiver com a bola. Assim, o México encara Camarões com: Ochoa; Paul Aguilar, Moreno, Rafa Márquez, Maza Rodríguez e Layun; Vazquez, Herrera e Guardado; Giovani dos Santos e Peralta.