Jornalista é ferido durante confronto entre manifestantes e PM

Segundo informações iniciais, funcionário da Reuters teria ficado ferido após confusão próxima ao relógio da Copa

iG Minas Gerais | JOSÉ VÍTOR CAMILO/ GUILHERME ÁVILA |

Polícia Militar/Divulgação
undefined

Um jornalista da Reuters ficou ferido durante confronto entre manifestantes e policiais militares na praça da Liberdade, no Lourdes, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, na tarde desta quinta-feira (12). Após picharem a fachada da Prefeitura de Belo Horizonte, os cerca de 500 manifestantes do movimento antiCopa subiram a avenida João Pinheiro em direção à praça, onde está localizado o relógio da Copa. Ainda não se sabe se o jornalista foi ferido pelos manifestantes ou pela polícia. 

A reportagem de O TEMPO está acompanhando a manifestação desde o início. Enquanto os manifestantes iam em direção à praça, a Polícia Militar (PM) reforçou o policiamento no local, tendo inclusive formado um cordão no entorno do relógio. A medida que o protesto se aproximava, alguns jovens ironizavam a situação gritando "olha que idiota, vai defender o relógio da Copa". 

Após algum tempo, os manifestantes se posicionaram em volta do monumento e alguns manifestantes atiraram bombas na PM, o que desencadeou o confronto. Durante a confusão, o jornalista acabou ferido, sendo que ainda não há informações sobre a gravidade do ferimento. 

Durante o conflito, os manifestantes quebraram tapumes colocados em volta do antigo prédio do Ipsemg e danificaram um carro. A PM recebeu reforço e ameaça descer a avenida João Pinheiro. Com o rosto coberto, algumas pessoas jogaram pedras em prédios residenciais e depredaram pontos de ônibus. O prédio do Detran, na avenida João Pinheiro, também foi invadido pelos manifestantes. Uma viatura da Polícia Civil foi tombada.

O cinema Belas Artes também foi depredado pelos manifestantes.

Acompanhe os protestos em tempo real clicando AQUI.

Aguarde mais informações

Leia tudo sobre: manifestaçãojornalistaferidoconflitoconfrontopraça da liberdade