Cansaço na Copa do Mundo será maior para Portugal e Alemanha

Tabela não foi muito amiga dos países europeus, que estão entre as principais forças do Mundial

iG Minas Gerais | RICARDO CORRÊA |

ROBERTO CANDIA/ASSOCIATED PRESS - ARQUIVO
undefined

Copa do Mundo e Olimpíadas são dois eventos nos quais os atletas vão ao extremo de sua capacidade. E no mais alto nível do esporte, detalhes podem definir quem ganha e quem perde. Quando a bola rolar, além dos adversários, as seleções terão que superar o cansaço, principalmente jogando em um país com dimensões continentais e muito calor, mesmo nesta época do ano. Para algumas delas, no entanto, o esforço será maior. Por conta da forma com que a tabela da Copa foi feita e pelo azar que deram posteriormente no sorteio, Alemanha e Portugal vão jogar as fases finais, caso avancem, mais cansadas que outros times. Professor de educação física e diretor de incentivo ao alto rendimento no governo de Minas, Samuel Souza explica que o problema teria sido resolvido se as chaves das quartas de final em diante tivessem sido feitas invertidas. Como não foram, ele aponta os prejuízos relacionados à recuperação cumulativa. "Partidas de alto rendimento geram fadiga imediata e avaria de tecidos , dependendo da estrategia de recuperação o atleta pode necessitar de 72h a 144 horas para recuperação total", explica. Segundo ele, Alemanha e Portugal terão mais dificuldades de recuperação. Se chegarem à semifinal com o Brasil, por exemplo, terão 72h de tempo de recuperação acumulativa a menos que os brasileiros. Isso se dá pois eles jogarão em data posterior a dos brasileiros nas oitavas e nas quartas. E a situação pode piorar ao longo da competição. "Chegando à final com o primeiro de B, que pode ser por exemplo Espanha ou Holanda,  os alemães ou portugueses jogarão com 96h a menos de  tempo de recuperação acumulativa o que certamente culminara em uma limitação de performance força, potencia, velocidade de reação entre outras valências físicas", explica Samuel Souza. O problema começa nas oitavas de final, segundo explica o especialista, levando em consideração datas e confrontos:

28/06- 1°A x 2°B - 5 DIAS DE RECUPERAÇÃO 28/06- 1°C x 2°D - 4 DIAS DE RECUPERAÇÃO 29/06- 1°B x 2°A - 6 DIAS DE RECUPERAÇÃO 29/06- 1°D x 2°C-  5 DIAS DE RECUPERAÇÃO 30/06- 1°E x 2°F - 5 DIAS DE RECUPERAÇÃO 30/06- 1°G x 2°H-  4 DIAS DE RECUPERAÇÃO 01/07- 1°F x 2°E-  6 DIAS DE RECUPERAÇÃO 01/07- 1°H x 2°G-  5 DIAS DE RECUPERAÇÃO

Para minimizar esse desequilíbrio, as oitavas de finais, respeitando as mesmas datas, poderiam ter sido montadas assim, antes do sorteio: 28/06- 1ºA X 2ºB - 5 DIAS DE RECUPERAÇÃO 28/06- 1ºB X 2ºA - 5 DIAS DE RECUPERAÇÃO 29/06- 1ºC X 2ºD - 5 DIAS DE RECUPERAÇÃO 29/06- 1ºD X 2ºC - 5 DIAS DE RECUPERAÇÃO 30/06- 1º E X2ºF - 5 DIAS DE RECUPERAÇÃO 30/06- 1ºF X 1ºE - 5 DIAS DE RECUPERAÇÃO 01/07- 1ºG X 2ºH - 5 DIAS DE RECUPERAÇÃO 01/07- 1ºH X 2ºG - 5 DIAS DE RECUPERAÇÃO