Quase 400 quilos de agrotóxicos ilegais são apreendidos no Paraná

Multas no valor de R$ 502 mil foram aplicada durante a operação em propriedades rurais

iG Minas Gerais | Da Redação |

Divulgação
undefined

Quase 400 quilos de agrotóxicos ilegais foram apreendidos em propriedades rurais das regiões Oeste e Sudoeste do Paraná, durante uma operação de fiscalização do  Ministério da Agricultura em conjunto com órgãos do Estado. Segundo dados oficiais, 380 quilos dos defensivos agrícolas foram localizados, totalizando um volume de 172 embalagens cheias e 45 vazias.

Em comunicado, o Ministério da Agricultura informou que o número de apreensões durante a operação foi maior do que o registrado em ações anteriores no Estado e é alarmante, principalmente pelo fato dos produtos ilegais terem sido localizados em praticamente 10% das propriedades fiscalizadas.

Segundo dados oficiais, durante a operação, 252 propriedades rurais, em 30 municípios, foram supervisionadas. Três pessoas foram presas em flagrante e multas, que totalizaram R$ 502 mil, foram aplicadas.

Além das multas, os agricultores poderão ser denunciados por crime ambiental, de acordo com a Lei 9.605/98, já que as ocorrências policiais instauradas foram encaminhados ao Ministério Público.  A pena prevista para este tipo de crime é de um a quatro anos de reclusão.

Os produtos apreendidos durante a operação devem ser encaminhado para incineração em local adequado e licenciado para esse tipo de produto químico.

Conforme informações de Gil Bueno de Magalhães, superintendente Federal de Agricultura no Paraná, os agrotóxicos ilegais, ou seja, sem registro, contrabandeados e falsificados, não têm registro no Ministério da Agricultura e não atendem às exigências dos órgãos responsáveis.

Além da Superintendência Federal de Agricultura no Paraná (SFA/PR), participaram da operação o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), a Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), o Instituto Ambiental do Paraná (IAP), e a Policia Ambiental do Paraná (Força Verde). A operação ocorreu no início deste mês.