Tia mata sobrinha de 6 anos e joga corpo dentro de caixa d'água em MG

Suspeita usou um pedaço de pau para atingir a menina; criminosa cometeu o crime para se vingar da mãe da garota, que havia ameaçado pedir a guarda dos filhos da assassina

iG Minas Gerais | CAROLINA CAETANO |

Crime aconteceu na zona rural da cidade de Virgem da Lapa
Google Street View / REPRODUÇÃO
Crime aconteceu na zona rural da cidade de Virgem da Lapa

Uma mulher de 28 anos foi presa após matar a própria sobrinha, de apenas 6 anos, em Virgem da Lapa, no Vale do Jequitinhonha, na última terça-feira (10). Após assassinar a criança, a suspeita ainda jogou o corpo da menina dentro de uma caixa d'água cheia de água.

De acordo com o boletim de ocorrência da Polícia Militar, o crime aconteceu na casa da garota Nádia Silva de Sousa. O pai da vítima foi até quartel e contou que, na parte da manhã, saiu para trabalhar e sua companheira foi para a reunião escolar de um dos filhos em uma escola da cidade. Enquanto isso, Nádia ficou com os irmãos em casa, localizada no aglomerado do Paraíso. A menina brincava no quintal quando a irmã do pai, Zenilda Pereira da Costa, chegou e começou a golpeá-la com um pedaço de pau. A vítima foi atingida várias vezes na cabeça.

Não satisfeita, a criminosa ainda arrastou a criança até a sua casa, ao lado da residência de Nádia, onde estava a caixa d'água que estava em um dos cômodos. Todo o crime foi presenciado pelos irmãos da menina que, com medo da tia, não procuram ajuda e esperaram o pai, que é irmão da suspeita, chegar para contar o que havia acontecido.

Depois do homicídio, a criminosa fugiu, mas foi localizada pelos militares escondida em um antigo matadouro da cidade. No momento da prisão, a jovem estava acompanhada do filho, também uma criança. Com a detenção da mulher, o garoto fiou sob os cuidados do Conselho Tutelar de Virgem da Lapa.

Ao ser questionada pelos policiais da morte da sobrinha, Zenilda confessou o crime e disse que assassinou a criança porque estava sendo chantageada pela mãe da vítima, cunhada da suspeita. Na versão da assassina confessa, a cunhada havia ameaçado entrar na Justiça para tomar a guarda dos seus filhos.

Zenilda foi encaminhada à Delegacia de Plantão de Pedra Azul.

Leia tudo sobre: VIRGEM DA LAPATIASOBRINHAHOMICÍDIO