Única lanchonete do Itaquerão revolta imprensa internacional

Atendimento demorava em média cinquenta minutos e apenas duas pessoas se revezavam no caixa

iG Minas Gerais | JOSIAS PEREIRA |

Teresópolis (RJ). Apesar do amplo e espaçoso centro de mídia montado no Itaquerão, o palco da abertura da Copa do Mundo ainda carece de melhorias pontuais para a imprensa. Uma das questões que mais levantaram reclamações foi a única lanchonete disponível para os profissionais de imprensa.

Longas filas se formaram durante as mais variadas horas do dia. Apenas dois caixas faziam o atendimento, enquanto três atendentes tentavam solucionar os problemas de estrangeiros indignados.

Um fotógrafo inglês fez questão de tirar uma foto da fila. "Este é o pior lugar que eu já trabalhei em toda a minha vida", declarou indignado.

A mesma reclamação foi ouvida por japoneses, italianos e espanhóis que não conseguiam entender a demora. Em média, era preciso esperar aproximadamente 50 minutos para ser atendido. O calor no corredor que dava acesso a lanchonete era grande, o que causava ainda mais irritação. Constrangidos, os jornalistas brasileiros tentavam remediar a situação com a velha fala "Imagina na Copa".

Leia tudo sobre: lanchoneteimprensaCopa do Mundointernacional