Sabella comanda apenas treino recreativo no Independência

Jogadores foram distribuídos em quatro mini quadras de futevôlei e ficaram em campo por cerca de 20 minutos apenas. Treinador não gosta de treinos táticos e técnicos na frente da imprensa

iG Minas Gerais | Felipe Ribeiro |

Nada de coletivo ou trabalho tático. Quem esperava ver uma simulação de jogo ou um treino mais pesado se decepcionou. No Independência, a seleção argentina fez apenas uma atividade recreativa, criando quatro mini quadras de futevôlei no centro do campo.

Em três dos espaços improvisados, havia dois times com um trio de jogadores. Apenas uma das marcações contou com duas duplas. Os atletas ficavam controlando a bola sem deixar cair e em ritmo lento. Nada que tirasse a empolgação da torcida naquele momento.

Depois de quase 20 minutos, os jogadores encerraram o joguinho, se dirigiram para o centro do campo e acenaram para o público na despedida. A torcida se dividiu entre aplausos para os ídolos e vaias por ter sido um treinamento curto.

Mas, para quem conhece Alejandro Sabella, não houve nenhuma surpresa, já que o treinador argentino gosta de privacidade em seus trabalhos e dificilmente promove atividades técnicas, táticas e coletivos diante das câmeras da imprensa.

Leia tudo sobre: ArgentinatreinoIndependênciaCopa do Mundo