Extrativistas terão R$ 120 mi para pagamento de bônus

Recursos liberados para os três anos são de R$ 30, R$ 40 e R$ 50 milhões, respectivamente, e serão utilizados por agricultores familiares

iG Minas Gerais | Da redação |

Extração de açaí compõe a relação de atividades beneficiadas em operações de subvenção econômica
CONAB/DIVULGAÇÃO
Extração de açaí compõe a relação de atividades beneficiadas em operações de subvenção econômica

Os extrativistas poderão contar com R$ 120 milhões até 2016 para operações de subvenção econômica. Os recursos liberados pelo Governo Federal para os três anos são de R$ 30, R$ 40 e R$ 50 milhões, respectivamente, e serão utilizados na forma de equalização de preços, beneficiando agricultores familiares extrativistas ou suas representações cadastradas na Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). A decisão foi publicada no Diário Oficial da União de ontem (10). As demandas identificadas pela Companhia serão repassadas ao Ministério da Fazenda para liberação dos recursos. No fim deste mês, serão publicadas as normas para operação das novas condições estabelecidas, o que pode beneficiar cerca de 50 mil extrativistas de 84 municípios brasileiros. A cada ano, a Conab pode incluir novos produtos na relação que já abrange açaí, babaçu, baru, borracha natural extrativa, castanha do Brasil, cera de carnaúba, mangaba, pequi, umbu e outros, típicos dos biomas da Amazônia, cerrado, Pantanal, caatinga, mata atlântica, pampa e zonas costeiras.

 

A aprovação final desta ampliação é do grupo gestor da Política da PGPM-Bio, formado pelos ministérios do Meio Ambiente, Agricultura, Desenvolvimento Agrário, Fazenda, Planejamento e a Conab.

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave