Por Copa, obelisco de Buenos Aires fica verde e amarelo

Hermanos deixaram a rivalidade de lado ao colorir um dos principais pontos da capital com as cores da bandeira brasileira

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Durante duas horas na noite da terça-feira (10), o obelisco da avenida Nove de Julho em Buenos Aires ficou verde e amarelo: as cores foram projetadas no monumento por causa da proximidade da Copa. Foi uma ação coordenada entre a secretaria estadual de turismo do Rio de Janeiro e a de Buenos Aires - o Cristo Redentor ficou por duas horas com o branco e o azul celeste da bandeira argentina. "Estamos desenvolvendo isso há mais de um ano. Muita gente aposta na rivalidade e a gente demonstra estarmos unidos", afirmou o secretário de turismo do Estado do Rio, Claudio Magnavita. Assim como o Cristo Redentor, o Obelisco pode ser iluminado por luzes de cores diferentes -é possível programar qual é a luz. Os moradores de Buenos Aires estão acostumados a ver as mudanças de cores. O artesão Adrian Cabrera, 50, que tem uma loja perto do obelisco, afirmou que nem tinha reparado nas cores da bandeira do Brasil projetadas: "Eu fico aqui o todo tempo e acabo não vendo sempre". O estudante Javier Zarate, 11, havia percebido a mudança. Ele disse que tratava-se "da cor do Brasil. Está assim porque falta pouco para o Mundial. Estou tenso pelo início dos jogos". Ele e a família são de um movimento de sem teto que pede moradias. Durante alguns dias por semana, eles saem da favela onde vivem para passar o dia e a noite em um acampamento improvisado no pé do monumento. TIMES Segundo Magnavita, a projeção de cores no Cristo será costumeira durante a Copa: ele receberá as cores das bandeiras dos países cujos times disputam os jogos de cada dia.