Retorno de ação é “boa notícia”

iG Minas Gerais |

O Ministério Público Federal (MPF) confirmou ontem que recebeu o relatório da Polícia Federal que aponta que o pré-candidato ao governo de Minas pelo PSDB, Pimenta da Veiga, recebeu R$ 300 mil do operador do mensalão, Marcos Valério. O documento, no entanto, segundo a defesa do tucano já teria retornado à polícia por falta de elementos que sustentassem uma ação.

“Tivemos essa semana uma boa notícia. O MPF devolveu o inquérito à Polícia Federal considerando os documentos inconsistentes. Portanto, vamos aguardar”, afirmou Pimenta ontem durante a convenção estadual do partido.

As assessorias de imprensa da PF e da procuradoria não confirmaram se o relatório foi devolvido. Os órgãos alegaram que o caso corre em sigilo.

Pimenta foi indiciado em abril passado pela PF por lavagem de dinheiro. A investigação aponta que ele recebeu o valor da SMPB. Pimenta reconhece o depósito e diz que o declarou como pessoa física, como serviços prestados de advocacia. (Tâmara Teixeira)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave