Presidente do PTB nega participação

iG Minas Gerais |

O deputado estadual Dilzon Melo, presidente do PTB em Minas – partido que levou à televisão as imagens de Fernando Pimentel (PT) e Newton Cardoso (PMDB) proibidas pela Justiça Eleitoral – negou que a sigla tenha envolvimento no compartilhamento em massa de mensagens pelo WhatsApp com o mesmo vídeo. “Isso não partiu do PTB. Alguém pegou a veiculação e está passando gratuitamente. As imagens são públicas, qualquer um pode fazer isso. Não é interesse do PTB alimentar polêmica”, justifica Dilzon. 

O PTB voltou a levar a imagem do apoio de Newtão a Pimentel em uma de suas inserções na televisão nesta semana. Questionado pela reportagem sobre o porquê de o conteúdo ter ido ao ar após a proibição da Justiça Eleitoral, Dilzon diz que o vídeo é diferente.  “Foi outra propaganda. É o mesmo contexto, os mesmos atores, mas as conversas são diferentes. Não há ofensa”, alegou. (LP)

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave