Resultados desaceleram em abril

iG Minas Gerais |

Rio de Janeiro. A indústria perdeu dinamismo no início do segundo trimestre de 2014 e levou o Produto Interno Bruto (PIB), soma de toda a renda gerada no país, a uma intensa desaceleração em abril. O crescimento acumulado em 12 meses, que era de 2,5% até o mês de março, passou a 1,8% no mês seguinte, segundo estimativa do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV), que calcula o Monitor do PIB.

O mês de abril foi marcado por queda expressiva na confiança de empresários da indústria, do comércio, da construção e dos serviços. A produção industrial, por sua vez, caiu 5,8% em relação a abril de 2013 - o recuo mais intenso desde setembro de 2009 nessa comparação.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave