Operários dão os retoques finais no Mineirão para a Copa

Eles garantem que "vai ter copa" e prometem entregar tudo no prazo combinado: o dia 12

iG Minas Gerais | Ricardo Corrêa |

David, André Lúcio e Magno ressaltaram que os trabalhos estão em fase final
David, André Lúcio e Magno ressaltaram que os trabalhos estão em fase final
Quem vê os trabalhadores correndo de um lado para outro para dar os últimos retoques nas estruturas para a Copa do Mundo pode até pensar: vai dar tempo de ficar tudo pronto para a estreia? Os responsáveis por colocar efetivamente a mão na massa garantem que sim. Na entrada do Mineirão três trabalhadores passam em um carrinho, às pressas. Não tão rápido que não possam dar uma paradinha para garantir: "Vai ter Copa, sim!". É o que diz  um deles, que garante estar faltando pouca coisa para terminar: "É só algum detalhezinho. Vai ter Copa com certeza e estamos trabalhando rápido para deixar tudo beleza", completa o outro. David e os companheiros de trabalho André Lúcio e Magno começaram a atuar no estádio no dia 22 de abril e têm o compromisso de entregar áreas de imprensa, refeitórios e camarotes prontos até o dia 12. Mas quem pensa que o trabalho os deixa alheios ao futebol em si na Copa, não tem nada isso. Eles não gostaram de ver os colombianos cantando na frente do estádio. "Aqui é Brasil", diz André Lúcio antes de acelerar o carrinho e continuar seu caminho para as obras.