'Não faço a mínima questão de ser conhecido', diz Luiz Gustavo

Volante, que nunca jogou em time grande no Brasil, é um dos menos assediados na seleção brasileira, mas quer se consagrar ganhando a Copa do Mundo

iG Minas Gerais | Folha Press |

Volante brasileiro conhece bem os jogadores espanhois
Rafael Ribeiro/CBF
Volante brasileiro conhece bem os jogadores espanhois

Luiz Gustavo é o menos conhecido entre os titulares da seleção e o mais tímido de todos os jogadores. E pretende continuar assim. O volante de 26 anos, que no Brasil só jogou pelo Corinthians alagoano e pelo CRB, também de Alagoas, é o que tem o nome menos gritado pelos torcedores em Teresópolis.

"Não faço a mínima questão de ser conhecido, de ser mais do que os outros. Quero me doar para conseguir ser campeão do mundo. Se conseguirmos isso vamos nos consagrar", disse o volante titular da seleção brasileira.

O técnico Luiz Felipe Scolari confia tanto no jogador do Wolfsburg, da Alemanha, que deu a ele a camisa 17 para jogar a Copa, um dos números de sorte do treinador - os outros são o 7, de Hulk, e o 11, de Oscar.

Luiz Gustavo fez sua carreira no Brasil em Alagoas, mas nasceu em Pindamonhangaba, na região do Vale do Paraíba, em São Paulo. Lá era conhecido como Gu, e era atacante.

"Eu fui recuando com o tempo e isso me ajudou bastante, porque como volante também tenho essa facilidade para tocar na bola, até mesmo atacar", disse o jogador.

Mas atacar está proibido na seleção brasileira de Felipão. O treinador quer que o jogador seja o homem que fique na frente da zaga e que proteja os laterais Daniel Alves e Marcelo, que avançam muito - e por onde a Croácia, rival da estreia na Copa desta quinta-feira (12), quer explorar os espaços.

"Depois que fiz um gol contra a Austrália (amistoso que o Brasil venceu por 6 a 0, no ano passado), o Felipão me deu os parabéns mas disse chega, foi bom, mas era para ficar na defesa", disse Luiz Gustavo. É o seu único gol pela seleção até agora, em 19 partidas.

Sobre a provocação do atacante croata Olic, que é seu companheiro no Wolfsburg, de que há espaços na defesa brasileira, Luiz Gustavo preferiu não polemizar.

"Vocês (imprensa) mesmo dizem que o Thiago Silva e o David Luiz formam uma das melhores defesas do mundo. Acho que estamos indo bem", disse o jogador.

Leia tudo sobre: seleção brasileiraBrasilLuiz Gustavovolante