Rodoviária adaptada para receber turistas durante a Copa em BH

Projeto incluiu implantação de 230 placas bilíngues, sistema de áudio em três idiomas, pintura das cadeiras e criação de centro de atendimento aos visitantes

iG Minas Gerais | BERNARDO ALMEIDA |

Prefeito Marcio Lacerda visitou o Centro de Atendimento aos Turistas, uma das modificações  da rodoviária para a Copa
Divulgação / PBH (Adão de Souza)
Prefeito Marcio Lacerda visitou o Centro de Atendimento aos Turistas, uma das modificações da rodoviária para a Copa

Quem passa pelo Terminal Rodoviário de Belo Horizonte pode perceber algumas modificações, voltadas para atender aos turistas que deverão passar pela capital mineira durante os 30 dias de Copa do Mundo.

As placas de orientação da rodoviária agora contêm tradução em inglês e o sistema de áudio, que informa a saída de ônibus e as plataformas de cada viagem, agora também é anunciado em inglês e espanhol.

As 600 cadeiras da rodoviária foram vistoriadas e pintadas, e um estande de 13m² foi instalado na entrada do hall principal, o Centro de Atendimento aos Turistas (CAT).

No local, os turistas poderão obter informações sobre as linhas de ônibus dentro da cidade (em especial as que fazem o transporte até o Mineirão) e para municípios vizinhos, além da disponibilização de 60 mil panfletos sobre BH. A implantação do CAT custou R$ 33 mil à Empresa Municipal de Turismo (Belotur).

As mudanças na rodoviária começaram no dia 31 de maio, por meio de uma ação conjunta entre a Prefeitura de Belo Horizonte com a Belotur e a Secretaria Municipal Extraordinária para a Copa do Mundo.

A rodoviária recebe 40 mil pessoas por dia normalmente. A previsão da administração do terminal é que cerca de 50 mil pessoas passem diariamente pelo local durante a Copa. Além do movimento proporcionado, principalmente, pela vinda de turistas de países vizinhos ao Brasil, o feriado de Corpus Christi (19 de junho) e as férias escolares devem contribuir com este acréscimo. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave