Com baixa liquidez, venda da pluma em MT é lenta

Segundo dados do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária, produtores conseguiram negociar 97,6% da produção

iG Minas Gerais | Da redação |

Conforme os analistas do Imea, com um cenário não muito animador para os preços da pluma, os produtores devem ficar em alerta e aproveitarem as oportunidade que possam surgir daqui para frente
Ozires silva/Divulgação
Conforme os analistas do Imea, com um cenário não muito animador para os preços da pluma, os produtores devem ficar em alerta e aproveitarem as oportunidade que possam surgir daqui para frente

A baixa liquidez do mercado permitiu um tímido avanço da comercialização da pluma na última semana em Mato Grosso. Os produtores conseguiram negociar 97,6% da produção de 682 mil toneladas. Já a safra 13/14, que deve produzir 950 mil toneladas, já foi 58,6% vendida.

De acordo com o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), existe de fato um atraso percentual em relação à safra 2012/13, que nesse mesmo período já havia sido 62% comercializada. No entanto, em números absolutos, a safra 2013/14 já negociou 131 mil toneladas a mais. Já o caroço de algodão atingiu no último mês 44% de comercialização de sua produção de 1,6 milhão de toneladas.

Conforme os analistas do Imea, com um cenário não muito animador para os preços da pluma, os produtores devem ficar em alerta e aproveitarem as oportunidade que possam surgir daqui para frente.

Leia tudo sobre: plumaalgodãomato grossoministério da agricultura