Previsão de maio do IBGE aponta safra 2,2% maior que a de 2013

Quanto à área a ser colhida, projeção é de aumento de 5,9%; arroz, milho e soja, somados, são 91% da estimativa da produção

iG Minas Gerais | Da redação |

Somados, arroz (foto), milho e soja representam 91% da estimativa da produção
Fala mato Grosso/Reprodução
Somados, arroz (foto), milho e soja representam 91% da estimativa da produção

Em maio, a estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta que a safra nacional de cereais, leguminosas e oleaginosas indica que chegará a 193 milhões de toneladas neste ano, superior em 2,2% à safra de 2013, e 0,7% acima da previsão de abril.

Quanto à área a ser colhida, a estimativa prevê o número de 56,1 milhões de hectares, um aumento de 5,9% em relação à área frente à área colhida em 2013 e de 0,6% em relação ao mês anterior.

De acordo com o IBGE, os três principais produtos são arroz, milho e soja, que somados representaram 91% da estimativa da produção e responderam por 85% da área a ser colhida. Em relação a 2013, houve acréscimos de 1,2% na área do arroz, 8,1% para a soja e decréscimo (-1,5%) na área do milho.

Em relação a 2013, houve altas de 4,8% para o arroz e de 5,8% para a soja, com recuo (-5,4%) para o milho.

Na análise regional, a produção de cereais, leguminosas e oleaginosas teve a seguinte distribuição: Centro-Oeste, 80,2 milhões de toneladas; Sul, 72,4 milhões de toneladas; Sudeste, 17,2 milhões de toneladas; Nordeste, 17,2 milhões de toneladas e Norte, 5,3 milhões de toneladas.

Na comparação com a safra passada, houve alta de 7,1% no Norte, de 44,1% no Nordeste e de 2,1% no Centro-Oeste.

Sul e Sudeste diminuíram a produção em 0,8% e 12,9%, respectivamente, em relação a 2013. Mato Grosso, maior produtor de grãos, tem participação de 24,1%, seguido pelo Paraná (18,4%) e Rio Grande do Sul (16,0%), que somados representam 58,5% do total.

 

Leia tudo sobre: arrozgrãossojamilhosafraministério da agricultura