Dois anos é o tempo de decomposição

iG Minas Gerais | THAÍS PIMENTEL |

As sacolas plásticas de Belo Horizonte colocadas no lixo são levadas para o aterro sanitário de Macaúbas, em Sabará, na região metropolitana. Segundo a Superintendência de Limpeza Urbana (SLU), elas não têm uma destinação especial porque se decompõem com mais velocidade.

De acordo com a campanha Saco é um Saco, do Ministério do Meio Ambiente, as biodegradáveis desaparecem em dois anos, enquanto as comuns gastam cem anos. Mas, se elas fossem destinadas a uma usina de compostagem, se degradariam em 180 dias.

Valor de mercado. A separação do material fica mesmo a cargo das pessoas que vivem de materiais recicláveis. De acordo com a Associação dos Catadores de Papel, Papelão e Material Reaproveitável (Asmare), o saco plástico tem valor de mercado. O quilo do material é vendido, em média, por R$ 0,65.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave