Detector eletrônico de gols é testado pela Fifa no Maracanã

Sistema será usado pelos juízes para detectar eletronicamente a passagem da bola pela linha do gol

iG Minas Gerais | Folha Press |

Tecnologia será utilizada na Copa do Mundo, e foi apresentada nesta manhã à imprensa
Reprodução/ Twitter
Tecnologia será utilizada na Copa do Mundo, e foi apresentada nesta manhã à imprensa

A Fifa apresentou, na manhã desta segunda-feira (9), no estádio do Maracanã, o sistema que será usado pelos juízes para detectar eletronicamente a passagem da bola pela linha do gol nos jogos da Copa do Mundo.

A chamada tecnologia na linha do gol (GLT, da sigla em inglês) é um conjunto de 14 câmeras posicionadas ao redor do gramado do estádio, sete delas direcionadas para cada uma das traves. O conjunto é, segundo o fabricante, 30 vezes mais potente do que a visão humana.

"Cada câmera está conectada por fibra ótica com um servidor. As imagens são analisadas pelo computador e, em caso de gol, o juiz recebe a notificação em seu relógio em menos de um segundo", disse Bjorn Lindiner, presidente da Goal Control, empresa responsável pela implantação do sistema nos 12 estádios da Copa no Brasil.

Antes de cada jogo, todos os juízes escalados para a partida receberão um relógio especial que vai receber a informação via computador.

O representante da Goal Control afirma que, mesmo se houver um jogador em campo obstruindo a visão de uma ou mais câmeras, é possível confirmar se foi ou não gol.

"Nós precisamos de apenas duas câmeras para reconstituir o trajeto da bola em 3D e assim saber com exatidão se o gol aconteceu", acrescentou Lindiner.

Segundo os fabricantes, a precisão do sistema permite detectar se a bola entrou a partir de cinco milímetros.

Leia tudo sobre: Fifadetector eletrônicotecnologialinha do gol