Polícia apresenta dois suspeitos de matar comparsa no São Bernardo

Outro suspeito de participar do crime, líder do bando permanece foragido; eles desconfiavam que colega fosse trocar de gangue

iG Minas Gerais | JOHNNY CAZZETA |

A Polícia Civil apresentou nesta segunda-feira (9) dois suspeitos de assassinar um amigo em junho do ano passado, no bairro São Bernardo, região Norte de Belo Horizonte.

Cristiano Soares Trigueiro (conhecido como Carioca), 25, e Deivide Creonar Pereira (o Dedê), 25, foram presos pela suspeita de assassinarem Victor Gutemberg de Jesus Spindola, 19, morto com sete tiros no dia 12 de junho de 2013.

De acordo com investigações do Departamento de Investigação de Homicídios e de Proteção à Pessoa da Polícia Civil (DIHPP), eles mataram o colega com a ajuda de Fábio Antônio de Oliveira Carvalho (o Soró), 25, o chefe do bando, que está foragido. Eles teriam cometido o crime por desconfiarem que Victor quisesse trocar a gangue pelo grupo comandado por Nayenderson de Morais Silva (apelidado Orelha), 25, rival na disputa por pontos de tráfico de drogas na região.

Segundo a delegada responsável pelo caso, Cristiana Angelini, os três suspeitos estavam em uma praça, por volta de 19h do dia 12 de junho do ano passado, quando Victor chegou de moto. Eles o chamaram, e enquanto Deivide conversava com Victor e o distraía, os outros dois começaram a atirar até matá-lo.

Fábio Antônio de Oliveira Carvalho, que ainda está foragido, é suspeito em 10 inquéritos de assassinato da Polícia Civil na região. Entre os crimes, está a morte do rival Nayenderson de Morais Silva, em maio deste ano, logo após Nayenderson ter saído da cadeia.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave