Chilenos de BH marcam presença

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Arturo acompanhou o treino da seleção chilena ao lado do pai Felipe Zurita
Daniel ottoni
Arturo acompanhou o treino da seleção chilena ao lado do pai Felipe Zurita

A bandeira chilena hasteada na Toca da Raposa II deixa claro que, pelo menos no momento, o território no centro de treinamento tem novo dono. O local que costuma abrigar a delegação do Cruzeiro será o quartel-general do país sul-americano na Copa do Mundo.

Cientes disso, alguns chilenos não perderam a chance de estar perto dos principais ídolos do seu país. “Quero muito ver o Vidal ou o Sanchez. Eles são nossos principais jogadores. Acredito muito que podemos ser campeões”, vislumbra o pequeno e desenvolto Arturo, de apenas nove anos.

Ao lado do pai, o estudante de doutorado Felipe Zurita, Arturo foi para a porta do CT cheio de esperança para sair dali com alguma lembrança. Há um ano e três meses, eles vivem em Belo Horizonte, após decisão de Felipe de vir para Belo Horizonte para fazer um curso, na UFMG, na área de educação.

“Foi uma feliz coincidência o Chile ficar aqui. Sabemos que não será muito fácil ver algum jogador, a blindagem está grande. Mas só de vir para cá e sentir essa energia já vale a pena”, comenta Zurita. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave