Compromisso e desejo de ajudar são características requisitadas

iG Minas Gerais |

Taís Marquezine buscou no voluntariado a possibilidade de contribuir efetivamente para a realização de um evento internacional e poder auxiliar as pessoas que estarão no local
Arquivo pessoal
Taís Marquezine buscou no voluntariado a possibilidade de contribuir efetivamente para a realização de um evento internacional e poder auxiliar as pessoas que estarão no local

Em uma lista de dez características citadas pela Fifa como fundamentais para o voluntário desenvolver um bom trabalho, a estudante de nutrição Taís Marquezine, 19, possui pelo menos duas em abundância: comprometimento e bom humor.

“Ser voluntário é uma forma de contribuir para um mundo melhor. As pessoas só pensam em benefício próprio, e é importante receber bem o turista e as pessoas em geral”, afirmou Taís.

Foi com esse pensamento que ela decidiu se voluntariar para o trabalho durante a Copa do Mundo há dois anos e meio. Durante o Mundial, Taís estará no entorno do Mineirão ajudando no gerenciamento de resíduos a fim de educar a população sobre como descartar e recolher corretamente o material reciclável, ação que leva em consideração o meio ambiente e a conscientização das pessoas.

Amante do futebol, a estudante garante que não pensou em trocar o serviço voluntário para assistir aos jogos no estádio. “Isso nem passou pela minha cabeça. Teria condições de comprar os ingressos e curtir a Copa assistindo as partidas no estádio, mas quero mostrar o lado positivo desse evento, sorrir bastante para deixar o dia das pessoas mais bonito”. 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave