Vidal não aparece em campo no segundo treino do Chile

Meio-campo da Juventus ainda se recupera de cirurgia no joelho direito e deve ficar de fora da estreia contra a Austrália

iG Minas Gerais | DANIEL OTTONI |

Arturo Vidal teve o joelho operado no início de maio e era dúvida para a lista final
REPRODUÇÃO/FIFA
Arturo Vidal teve o joelho operado no início de maio e era dúvida para a lista final

O segundo treino do Chile em Belo Horizonte apresentou poucas novidades, mas muita movimentação do lado de fora da Toca da Raposa II. Cerca de 100 jornalistas de veículos de dentro e fora do país se mobilizaram para acompanhar, de perto, as atividades de uma das candidatas à surpresas da Copa do Mundo.

Dentro de campo, a dúvida sobre a permanência do meio-campo Arturo Vidal, da Juventus, permanece. O jogador passou, recentemente, por uma cirurgia no joelho direito e ainda não treinou com bola em Minas Gerais. Sua presença está praticamente descartada para a estreia contra a Austrália, no dia 13, na Arena Pantanal, em Cuiabá.

"Ele tem evoluído e mostra muita vontade de atuar. Sua importância para o grupo é muito grande e será muito bom tê-lo ao nosso lado", destaca o zagueiro e lateral Jose Rojas, que pode aparecer no time titular.

Ao lado do também lateral direito Fuenzalida, Rojas concedeu entrevista coletiva após o treino da manhã deste domingo. Os jornalistas tiveram acesso ao campo da Toca somente por 10 minutos, para registrar imagens. O que se pôde ver foram apenas 10 jogadores, sem a presença de Vidal, fazendo um trabalho leve de troca de passes e corrida. Do outro lado do campo, treinaram jogadores da seleção sub-20 o Chile, que também vieram com a delegação para auxiliar os mais velhos nos treinamentos.  Na tarde deste domingo, haverá novo treinamento, fechado para a imprensa.  Quase certo

A outra dúvida do técnico Jorge Sampaoli não deve comprometer a escalação. O atacante Alexis Sanchez, do Barcelona, tem uma lesão no ombro,  mas se recupera bem. No treino de sexta-feira, Sanchez treinou normalmente, mas usando uma proteção. "Ele é um atleta de grande valia para o grupo" resume Rojas. 

Fuenzalida concorda e não crê que o atacante estará de fora. "Nos treinos, a gente nota seu bom humor e sua animação. Ele está focado e tem evoluído bem, respeitando o que sua contusão exige", indica.