Aloysio admite ser vice de Aécio

Sigla tenta encontrar um nome para compor a chapa do senador mineiro para a disputa da Presidência

iG Minas Gerais |

Parceria. Aécio Neves e Aloysio Nunes podem estar juntos na chapa do PSDB para a disputa de outubro
George Gianni / PSDB - 30.11.2013
Parceria. Aécio Neves e Aloysio Nunes podem estar juntos na chapa do PSDB para a disputa de outubro

São Paulo. O senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP) disse, neste sábado, em Ribeirão Preto, a 313 km de São Paulo, que não descarta formar uma chapa tucana puro-sangue com o mineiro Aécio Neves, senador e pré-candidato à Presidência da República.  

Ele afirmou que o assunto “está em aberto” e pode ser resolvido durante a convenção nacional do partido no próximo sábado, em São Paulo. “Hoje estamos focados nas composições regionais, mas não descarto (ser candidato a vice)”, disse ao ser questionado sobre a composição da chapa tucana.

Em encontro regional do PSDB em Ribeirão, o senador criticou ainda o governo da presidente Dilma Rousseff, dizendo que ela “precisa ir para casa”, por não entender de economia. “Estamos próximos da estagnação econômica. Há uma destruição da indústria brasileira, o agronegócio enfrenta dificuldades. Hoje, por exemplo, quase perdi meu voo por causa do caos que é o aeroporto de Guarulhos”, disse.

Bolsa Família. Nunes classificou ainda de “terrorismo” as acusações de que o Bolsa Família, programa de transferência de renda do governo federal, seria encerrado em caso de vitória do PSDB na eleição em outubro. “Vamos manter o Bolsa Família, que começou no governo Fernando Henrique Cardoso. O terrorismo que fazem dizendo que vamos acabar com o programa é uma mentira de pernas curtas”, afirmou.

"Vamos manter o Bolsa Família, que começou no governo Fernando Henrique Cardoso. O terrorismo que fazem dizendo que vamos acabar com o programa é uma mentira de pernas curtas”, afirmou.

O presidente do PSDB de Minas, deputado federal Marcus Pestana disse, neste sábado, que o nome de Aloysio Nunes é uma excelente alternativa, uma vez que o senador recebeu mais de 10 milhões de votos em São Paulo na última eleição e já foi vice-governador e deputado. Mas, de acordo com Pestana, essa decisão será tomada em conjunto com todos os partidos da base aliada.

“O senador Aécio Neves já disse que o nome do vice será um produto da aliança”, afirmou o tucano.

Segundo o presidente do PSDB mineiro, o pré-candidato tucano à Presidência da Republica vai “amadurecer a ideia nesta semana e discutir todas as possibilidades durante a convenção nacional do partido, que acontece no próximo sábado, dia 14 de junho”.

Pestana admitiu a possibilidade de a definição do vice na chapa de Aécio Neves não acontecer durante o encontro nacional. “A convenção nacional pode delegar para a executiva do partido essa decisão. De acordo com a Justiça Eleitoral, o anúncio pode ser feito até o dia 30 de junho”, disse o presidente do PSDB mineiro.

Marcus Pestana garantiu que “o nome do vice na coligação deve representar bem o conjunto da aliança, com a participação dos partidos, inclusive dos menores”.

Nos bastidores, já foram especulados outros nomes para vice, incluindo o da senadora Ana Amélia do PP e da deputada Mara Gabrilli do próprio PSDB.

No Estado

Data. A convenção do PSDB de Minas acontece na próxima terça-feira, na Arena do Minas Tênis Clube, em Belo Horizonte.

Decisão. Cerca de mil delegados vão eleger Pimenta da Veiga como candidato ao governo de Minas e o ex-governador Antonio Anastasia como candidato ao Senado. O vaga de vice-governador será do deputado Dinis Pinheiro.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave