Nome de Wellington Nem continua na pauta do Atlético

Ex-Flu, atacante que está no mesmo time de Bernard conversa com tricolor carioca e Galo fica de olho em falta de acerto

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

Wellington Nem trocou o Fluminense pelo Shakhtar
Divulgação / Shakhtar
Wellington Nem trocou o Fluminense pelo Shakhtar

Em busca de um atacante velocista, a diretoria do Atlético espera definir nos próximos dias a possibilidade da contratação de Wellington Nem, que está no Shakhtar Donestsk, da Ucrânia. A dificuldade vivida pelo clube alvinegro para acertar com o jogador continua sendo a concorrência de outros times, como o Fluminense, onde Wellington Nem já atuou em outra oportunidade.

A diretoria atleticana não pretende entrar em uma concorrência com o Fluminense, que tem na Unimed um forte patrocinador para ajudar na contratação de reforços. O Atlético só deve voltar a conversar com Wellington Nem caso não aconteça um acordo do jogador com o clube carioca.

O Atlético já teria até feito a proposta oficial ao Shakhtar Donetsk, mas ainda não obteve uma resposta. O clube da Ucrânia mantém um bom relação com o time mineiro, já que recentemente contratou o atacante Bernard. Além de Wellington Nem, outro nome que ganha força para reforçar o Galo na sequência do Campeonato Brasileiro é o de Kleber Gladiador, que teve passagens por Cruzeiro, Palmeiras e Grêmio.

Assim como acontece no caso de Wellington Nem, o Atlético também tem concorrência de outros clubes, que também manifestaram interesse em contar com Kleber. O Vasco, que tenta se reforçar para retornar à Série A, teria a preferido do jogador, que atualmente está fazendo tratamento de uma grave lesão no Grêmio.

No elenco atleticano, as opções de atacantes velocistas à disposição do técnico Levir Culpi são Neto Berola e Luan, que se recupera de uma cirurgia no menisco lateral do joelho e de uma lesão na cartilagem do fêmur direito. Nos últimos jogos do Galo antes da paralisação da Série A para a disputa da Copa do Mundo, o  treinador atleticano utilizou no setor o garoto Marion, da base.

Leia tudo sobre: atleticogalowellington nemconversafluminenseshakhtar donetskucrâniavalores