Centenas de Colorados fazem vigília por Fernandão no Beira-Rio

Com o estádio já sob responsabilidade da Fifa para uso na Copa do Mundo, mural foi improvisado para local de recortes de jornal e fotos

iG Minas Gerais | FOLHAPRESS |

Colorados simulam velório em Beira-Rio e choram a morte de Fernandão
Twitter/Reprodução
Colorados simulam velório em Beira-Rio e choram a morte de Fernandão

Em um sábado (7) sem futebol, uma movimentação de torcedores parecida com a de dias de jogos tomou conta da região do estádio Beira-Rio, em Porto Alegre.

Centenas de pessoas foram ao local para homenagear o ex-jogador Fernandão, 36, que morreu em um acidente de helicóptero durante a madrugada no interior de Goiás.

Com o estádio já sob responsabilidade da Fifa para uso na Copa do Mundo, um mural improvisado em uma parede do complexo virou um ponto de vigília. No local, torcedores do Inter deixaram flores, colaram recortes de jornal ou apenas choraram.

Vários permaneceram por minutos parados olhando, em silêncio, para pôsteres do ídolo. Um torcedor trouxe um aparelho de som que reproduzia a narração de gols da Libertadores de 2006, conquistada pelo Inter tendo Fernandão como capitão.

Jaqueline Moraes, 40, deixou flores no local e disse que o jogador simbolizou uma época de vitórias do time. "Ele fez a diferença, foi um divisor de águas. Existiu um clube antes e outro depois de Fernandão."

O auxiliar contábil Marcelo Sonemann, 43, disse que foi ao estádio fazer "uma oração". "Ele marcou época no clube. Foi como perder um familiar", afirmou.

O prefeito de Porto Alegre, José Fortunati (PDT), decretou luto oficial de três dias. Ele sugeriu que a rua construída ao lado do Beira-Rio durante a reforma para a Copa seja batizada de "rua Fernando Lúcio da Costa - Fernandão".

O Inter anunciou a realização de uma missa no domingo (8), às 17h, no auditório Araújo Viana, um dos principais espaços de apresentações artísticas de Porto Alegre.

Leia tudo sobre: intercoloradobeira-riochorotorcedoresmortefernandão