Zagueiro Chiellini espera melhoria da defesa

Conhecida por sua força defensiva, Azurra não tem mantido o mesmo padrão nos últimos dois anos

iG Minas Gerais | Folhapress |

undefined

MANGARATIBA, RJ - O zagueiro italiano Giorgio Chiellini admite que a equipe precisa recuperar o equilíbrio de dois anos atrás, quando foram vice-campeões europeus, mas reforçou a força do conjunto da Azzurra e lembrou: "Messi não ganhou nada com a Argentina, e Cristiano Ronaldo não ganhou nada com Portugal." "Se somos especialistas em ressurreições?", respondeu, durante entrevista coletiva neste sábado (7). "É a nossa característica: Competições de peso nos obriga a dar o melhor. Espero a mesma coisa desta vez." Há sete jogos sem vencer, a Itália está em um dos grupos mais difíceis, que inclui a Inglaterra, contra quem estreia no dia 14, e o Uruguai, além da Costa Rica. Neste domingo (8), faz seu último jogo preparativo contra o Fluminense, em Volta Redonda. O jogador da Juventus admitiu que a defesa italiana não está na mesma forma com relação à Eurocopa de 2012, quando perderam a final para a Espanha. "Dois anos atrás, tínhamos mais equilíbrio, uma questão de distância entre as linhas, de intensidade." Questionado sobre a força da Itália como conjunto, Chiellini disse que "essa mentalidade sempre foi do time italiano. Temos dois jogadores mais destacados, Pirlo [meia] e Buffon [goleiro]. E concluiu lembrando que nem Messi nem Cristiano Ronaldo, os dois melhores jogadores mundiais, conseguiram ser campeões com suas seleções principais. Sobre o isolamento da concentração italiana, que escolheu um resort a 110 km do Rio, o zagueiro afirmou que não vê diferença com o que já experimentou com a Azurra e com a Juventus. Ele lembrou que a equipe "sentirá o calor" da Copa no jogo contra o Fluminense. Na partida deste domingo (8), a Itália usará a equipe reserva: Perin; Abate, Ranocchia, Paletta e Darmian; Thiago Motta, Parolo, Aquilani, Insigne, Cerci e Immobile.

Leia tudo sobre: ChielliniItáliaCopa do Mundo 2014