Homens armados invadem universidade e fazem reféns no Iraque

Violência tem sido alimentada pela revolta de muçulmanos sunitas contra o governo xiita em Bagdá; outro fator de tensão é a guerra civil na vizinha Síria

iG Minas Gerais | Da redação |

Homens armados invadiram uma universidade e fazem dezenas de reféns na província de Anbar, a oeste de Bagdá. Segundo autoridades iraquianas, o ataque ocorreu na manhã deste sábado, 7, quando os invasores chegaram à Universidade Anbar, perto da capital provincial Ramadi. Dois oficiais disseram, em condição de anonimato, que os estudantes são mantidos nos dormitórios da universidade. Os funcionários não estão autorizadas a falar com a imprensa. Um grupo dissidente da Al Qaeda e outros militantes sunitas controlam desde dezembro parte da província de Anbar, incluindo a cidade de Faluja e partes de Ramadi. O Iraque passa pela pior onda de violência desde o derramamento de sangue em 2006 e 2007, quando o país esteve à beira de uma guerra civil, apesar da presença de dezenas de milhares de soldados norte-americanos. A violência atual tem sido alimentada pela revolta de muçulmanos sunitas contra o governo xiita em Bagdá. Outro fator de tensão é a guerra civil na vizinha Síria. 

Agência Estado

Leia tudo sobre: Iraqueuniversidadereféns