Minas é o terceiro pior em produção industrial, diz IBGE

Índice refere-se à passagem do mês de março para abril

iG Minas Gerais |

RIO DE JANEIRO. A indústria não está tendo boa performance em 2014. A produção industrial recuou em sete dos 14 Estados pesquisados na passagem do mês de março para abril pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Minas Gerais apresentou o terceiro pior índice do Brasil, mas o Estado ficou empatado com um do Nordeste: Pernambuco.  

As quedas mais acentuadas foram registradas no Rio de Janeiro, cuja produção industrial registrou índice de -4,2%, e Rio Grande do Sul, -3,0%.

Com os resultados do mês de abril, ambos os Estados tiveram a segunda taxa negativa consecutiva. O setor industrial do Rio de Janeiro acumulou uma perda de 5,2%, e o índice do Rio Grande do Sul alcançou 6,4%.

O IBGE destacou que as demais cinco regiões apresentaram queda de produção e tiveram resultado pior do que o da média nacional (-0,3%).

Minas Gerais e Pernambuco empataram com queda de -1,8% na indústria. Em seguida, com as maiores baixas aparecem na lista Santa Catarina (-1,6%), Amazonas (-1,6%) e Paraná (-0,4%).

Em São Paulo, a produção industrial subiu 1,7%. Mas, segundo o IBGE, o Estado não lidera a lista. Ele registrou a terceira maior alta no país.

O Espírito Santo foi o Estado onde houve maior avanço no ritmo da produção industrial. O índice apontado pelo IBGE é de 4,7%.

Em seguida, vem Goiás com produção industrial de 4,1%. A Bahia aparece em quarto lugar no crescimento da indústria em abril (0,9%).

Na pesquisa, ainda aparecem o Pará com 0,8% de crescimento; o Ceará com 0,6% e a Região Nordeste, que apresentou crescimento industrial de 0,6%.

O Mato Grosso, que foi recentemente incluído nos dados regionais de produção industrial pelo IBGE, ainda não conta com dados ajustados sazonalmente.

Em 2013. No ano passado, a indústria em Minas Gerais já não havia tido boa performance.

A produção industrial no Estado em 2013 registrou um recuo de 1,3% na comparação com 2012, enquanto o setor industrial nacional teve expansão de 1,2%, segundo levantamento também do IBGE. Dos 14 locais pesquisados no país, 11 apontaram crescimento da indústria.

Além da produção, o faturamento da indústria mineira não teve resultado positivo em 2013. De acordo com a Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg) a queda registrada foi de 0,05%, avaliado como estável frente a 2012.

Ano passado

MG. O IBGE verificou em 2013 queda em 9 das 13 atividades em Minas Gerais, com destaque para os impactos negativos de veículos automotores (-7,6%) e da indústria extrativa (-6,2%).

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave