Marcus Pestana é multado pelo TRE por divulgar pesquisa sem registro

Em entrevista concedida a um jornal mineiro, o deputado federal afirmou que Antonio Anastasia tinha 50% das intenções de voto sem citar a fonte da pesquisa

iG Minas Gerais | Bruna Carmona |

Resposta. Marcus Pestana entrou com representação contra o peemedebista na Câmara Federal
Resposta. Marcus Pestana entrou com representação contra o peemedebista na Câmara Federal

O deputado federal e presidente do PSDB de Minas Gerais, Marcus Pestana, foi condenado a pagar multa de R$ 53.205 por divulgar dados de uma pesquisa eleitoral sem registro durante entrevista concedida a um jornal, em abril deste ano. Cabe recurso.

Segundo a decisão, expedida pelo Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais (TRE-MG), Pestana declarou na entrevista que o ex-governador Antonio Anastasia tinha mais de 50% das intenções de voto para o cargo de senador nas eleições deste ano, sem, no entanto, citar a fonte da pesquisa.

Em sua defesa, o deputado afirmou que a reportagem publicada não tratava de divulgação de pesquisa eleitoral e que, por isso, não houve referência à fonte. Ainda segundo a versão da defesa, a palavra 'pesquisa' sequer foi citada no texto. No entanto, na decisão, o juiz considerou as alegações insuficientes e condenou Pestana a pagar multa no valor de R$ 53.205.

A reportagem de O TEMPO tentou contato com o deputado Marcus Pestana por telefone, no entanto, ele não atendeu às ligações.  

Leia tudo sobre: psdbmarcus pestanacondenadomultaTREpesquisaeleição