Blatter: Fifa não é responsável por problemas do Brasil

'Entidade é não responsável pelos problemas sociais do Brasil e jamais usou dinheiro do contribuinte para organizar a Copa do Mundo', afirmou o cartola

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Para Joseph Blatter as novas medidas complementam um processo de reformulação do futebol
Fifa/Divulgação
Para Joseph Blatter as novas medidas complementam um processo de reformulação do futebol

Joseph Blatter em sua coluna publicada na revista oficial da entidade, fez um apelo à população brasileira: para que deixe de dirigir suas críticas à Fifa.

"Não estamos fechando os olhos às preocupações do público em geral", escreveu Blatter. "Mas considerar a Fifa como responsável pelas preocupações geradas de decisões políticas no Brasil é errado", completou.

Blatter ainda insiste que a entidade jamais usou dinheiro público brasileiro. "Não usamos um só centavo dos impostos para os custos operacionais e ainda investimos US$ 2 bilhões", disse. Ele não mencionou, porém, que os estádios exigidos pela Fifa para os jogos da Copa acabaram sendo em grande parte bancados pelo dinheiro público

Nos últimos dias, a Fifa vem tentando passar a mensagem de que protestos não devem ser dirigidos a ela, mas, sim, contra o governo brasileiro. Na quinta-feira, Blatter ainda pediu à população brasileira que apoie a Copa do Mundo e ressaltou que, assim que a bola rolasse, o Brasil iria se transformar. "Queremos um ambiente de samba", declarou.

Bilionária e tendo uma receita recorde na Copa, a Fifa sabe que precisa do apoio popular para que o evento não acabe manchado. A entidade também sabe que sérios problemas no Brasil podem afetar a capacidade de encontrar países democráticos que queiram realizar futuras edições do Mundial.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave