'Eu transformo vaias em aplausos', afirma Neymar

Camisa 10 brasileiro afirmou que está focado em fazer uma grande Copa e pediu apoio dos torcedores

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Neymar reclamou das manifestações contra jogadores, dizendo que nasceu e cresceu pobre e que a torcida deve apoiar o Brasil
Reprodução Instagram
Neymar reclamou das manifestações contra jogadores, dizendo que nasceu e cresceu pobre e que a torcida deve apoiar o Brasil

Neymar pediu para que se esqueça o clubismo durante a Copa do Mundo. O atacante saiu do estádio do Morumbi, na sexta-feira (6), com a sensação de ter sido vaiado --apesar de as vaias terem sido para o time em geral, e apenas ao final do primeiro tempo.

"Você acha? Não acho", disse Neymar quando perguntado se fora aplaudido. "Acho que não tem que ter Palmeiras, Santos, São Paulo, o torcedor tem que entender que é a seleção brasileira", concluiu o jogador, que deixou o Morumbi com uma camiseta preta e boné, preparado para curtir a folga até domingo.

Sua atuação nesta sexta foi bem abaixo do que o show que deu na terça-feira (3), ante o Panamá, no primeiro amistoso pré-Copa.

Mas a impressão de Neymar, provavelmente, foi porque tem más recordações do Morumbi. Em 2012, num jogo da seleção contra a África do Sul, sob o comando de Mano Menezes, Neymar foi muito vaiado na vitória por 1 a 0.

"Eu transformo as vaias em aplausos. Estou preocupado em jogar uma grande Copa, é meu sonho de menino", repetiu o atacante.

É a segunda entrevista que Neymar dá depois de se apresentar à seleção, em 26 de maio, e a segunda reclamação que faz a respeito da atitude dos torcedores.

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave