Sanchez treinou normalmente junto ao grupo chileno

Após passar por ressonância magnética no ombro que apontou apenas uma inflamação, atacante chileno participou de treinamento nesta sexta-feira

iG Minas Gerais | GUILHERME GUIMARÃES |

Mil entradas foram disponibilizados, mas cerca de 200 pessoas, apenas, acompanharam o treino aberto da seleção do Chile, nesta sexta-feira, no Sesc Venda Nova, em Belo Horizonte.

Mesmo com a pequena procura, os torcedores chilenos se vestiram a caráter e mostraram grande animação durante os trabalhos dos comandados do técnico Jorge Sampaoli, que deve estar aliviado com a situação do atacante Alexis Sánchez.

Sanchez treinou normalmente, horas depois de ter feito ressonância magnética, que não detectou lesão no ombro direito do jogador. O exame apontou apenas uma inflamação no local, o que tranquilizou também os torcedores da "La Roja".

O trabalho foi dividido em partes. Em um primeiro momento, exercícios físicos. Alguns jogadores correram em volta do gramado, enquanto outros ficaram trocando passes com a bola. Na segunda etapa, atividade de bola parada entre ataque e defesa. Os atletas trabalharam posicionamento ofensivo e defensivo em cobranças de escanteio. Nesse momento, Alexis Sánchez demonstrou evidente incomodo, levando sua mão ao ombro direito em várias oportunidades.

Comandado por membros da comissão técnica chilena, Sánchez se revezava no trabalho com bola e em exercícios, flexões de braço, para testar o ombro.

"Acho que é passageiro. Não acredito que seja algo grave, que possa tirar o jogador do Mundial. Em uns oito dias já deve estar 100%", comentou o torcedor Alonso Perez, 58, sobre a situação de Alexis Sánchez.

Outro atleta que demanda atenções é o meio-campista Arturo Vidal, submetido a uma cirurgia joelho direito em maio. O jogador realizou atividades físicas e não trabalhou com bola.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave