'Vaias são normais', diz Felipão após vitória sobre a Sérvia

A equipe do treinador gaúcho foi vaiada em alguns momentos do duelo e até o atacante Neymar ouviu manifestações negativas

iG Minas Gerais |

Luiz Felipe Scolari, técnico da Seleção Brasileira de Futebol
Wander Roberto/VIPCOMM
Luiz Felipe Scolari, técnico da Seleção Brasileira de Futebol

Depois das vaias que os jogadores da seleção brasileira ouviram durante o amistoso contra a Sérvia, nesta sexta-feira (6), no Morumbi, o técnico Luiz Felipe Scolari tratou de minimizar os atos da torcida.

Mesmo com a vitória por 1 a 0, a equipe do treinador gaúcho foi vaiada em alguns momentos do duelo e até o atacante Neymar, substituído por Bernard no fim do confronto, ouviu manifestações negativas dos 63.280 pagantes.

"As vaias são normais. Elas apareceram também em Goiânia [no amistoso contra o Panamá], e em outros lugares, quando não jogamos naquela condição que jogamos sempre. Então é normal, os jogadores estão preparados, sabem lidar com isso", afirmou Scolari, em entrevista coletiva.

Apesar do histórico da seleção brasileira ser vaiada em São Paulo vir desde 1950, o comandante do time nacional demonstrou estar confiante no apoio que virá das arquibancadas na estreia do Brasil na Copa do Mundo, no próximo dia 12, no Itaquerão.

"Do 67 mil presentes que tivemos no jogo, 65 mil saíram satisfeitos. Temos de agradecer o torcedor, que foi paciente e ajudou com a nossa vitória. Contra a Croácia, acho que também vamos ter o apoio total como tivemos hoje [sexta]", completou.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave