Pai, mãe e dois filhos são detidos por adulteração de veículos

Além da família, que atuava com esta modalidade de crime há cerca de 20 anos, dois funcionários também foram detidos

iG Minas Gerais | JOSÉ VÍTOR CAMILO |

Um homem que atuava na adulteração de veículos roubados há cerca de 20 anos foi preso pela Polícia Civil (PC), no início da tarde desta sexta-feira (6), em sua casa, na Vila Clóris, na região de Venda Nova, em Belo Horizonte. Além dele, sua esposa, os dois filhos e dois funcionários também foram presos. 

Conforme o delegado Marcos Vignolo, da Delegacia de Furtos e Roubos de Veículos, a quadrilha já era investigada há cerca de 1 mês. "A família inteira fazia parte do esquema. A mulher vigiava o movimento da rua e os filhos ajudavam na adulteração. Ele faz isso há anos, já era procurado há muito tempo", disse o policial. Durante a investigação, quatro câmeras foram instaladas na região para observar a movimentação da quadrilha.

Edson Eustáquio de Oliveira, que não teve a idade divulgada e é conhecido como "Juca", sua esposa, identificada como Eliane, e seus dois filhos, Bruno e Fabiano, foram detidos por volta de meio dia. Os outros dois detidos, que não tiveram os nomes divulgados, trabalhavam para a quadrilha ajudando na adulteração. Dez policiais participaram da operação, que ainda contou com o apoio de uma viatura da Polícia Militar, que passava pelo local. 

O esquema

"Os ladrões de carro encaminhavam os veículos para a casa deles, onde adulteravam para poderem ser vendidos ou usados pelos próprios bandidos", explica Vignolo. Entre os seis presos, três já foram detidos anteriormente.

No local foram encontrados dois Fiat Uno, duas caminhonetes S-10 e C-10, um Toyota Corolla e um caminhão, todos roubados e adulterados. Todos os veículos foram encontrados na região da casa dos suspeitos. Os detidos serão encaminhados para o Centro de Remanejamento de Presos (Ceresp) da Gameleira.