'Vocês vão ter que me engolir', diz Zagallo após alta

Ex-treinador aproveitou para relembrar frase histórica e comemorar saída de hospital

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Brazil's former World Cup champion Zagallo, left, kisses the the FIFA World Cup trophy as his fellow World Cup champion winners Marcos, center, and Rivellino stand with him at the opening ceremony of the FIFA WCUP Trophy Tour in Rio de Janeiro, Brazil, Thursday, Sept. 12, 2013. The trophy is set to embark on an extensive journey, covering more than 80 countries, giving the opportunity to millions of fans to enjoy the authentic solid-gold trophy. (AP Photo/Silvia Izquierdo)
Associated Press
Brazil's former World Cup champion Zagallo, left, kisses the the FIFA World Cup trophy as his fellow World Cup champion winners Marcos, center, and Rivellino stand with him at the opening ceremony of the FIFA WCUP Trophy Tour in Rio de Janeiro, Brazil, Thursday, Sept. 12, 2013. The trophy is set to embark on an extensive journey, covering more than 80 countries, giving the opportunity to millions of fans to enjoy the authentic solid-gold trophy. (AP Photo/Silvia Izquierdo)

Após ter alta do Hospital Barra D'Or, no Rio de Janeiro, devido a uma infecção na coluna, Mário Jorge Lobo Zagallo demonstrou boa disposição e repetiu seu famoso bordão nesta sexta-feira. "Vocês vão ter que me engolir", afirmou o tetracampeão mundial, depois de acenar para os repórteres de dentro do carro.

Ele está autorizado a assistir à partida de abertura da Copa do Mundo entre Brasil e Croácia, dia 12, em São Paulo. A Fifa disponibilizou um avião para conduzir Zagallo a todos os jogos da seleção brasileira durante o Mundial.

"Ele está bem, mas vai continuar o tratamento em casa com dois antibióticos, porque a bactéria causadora da infecção ainda não foi identificada", disse Mário Zagallo, filho e assessor do ex-jogador e ex-técnico da seleção brasileira. "Os médicos só pediram que um enfermeiro acompanhasse o meu pai. Agora estamos aguardando a Fifa liberar a presença desse enfermeiro também", declarou.

Campeão do mundo como jogador em 1958 e 1962, Zagallo também levantou a taça como treinador em 1970, no tricampeonato mundial do Brasil, e esteve na campanha do tetra, em 1994, como auxiliar técnico de Carlos Alberto Parreira. Zagallo ainda foi vice-campeão mundial como treinador da seleção brasileira, em 1998, na França.