Fifa justifica diminuição de capacidade do Itaquerão

Diante do número de jornalistas credenciados e da operação de transmissão dos jogos, o número de assentos ficou menor, diz entidade

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

A Fifa declara que o Itaquerão não diminuiu de tamanho. Mas confirma que, diante do número de jornalistas credenciados e da operação de transmissão dos jogos, o número de assentos acabou ficando em apenas 61,6 mil destinados para a torcida. O plano original falava em um estádio para 68 mil pessoas.

Hoje, a entidade esclarece que o número final está ligado ao fato de que a operação de transmissão ocupou parte dos assentos. "O tamanho da arena não diminuiu, como algumas notícias sugerem", indicou. "Como em toda operação de Copa do Mundo da Fifa, a capacidade total do estádio é ajustada de acordo com as necessidades de transmissão de TV e do trabalho da imprensa credenciada para atender ao interesse global do torneio", explicou a entidade.

"Para dar a dimensão desta operação, uma posição de jornalista na tribuna de imprensa representa três assentos bloqueados. A abertura terá mais de 1,5 mil profissionais de mídia nas tribunas, que requerem a ocupação de milhares de assentos na arquibancada", disse a Fifa.

"Além disso, a produção de TV para todo o mundo é feito pela Fifa com 34 câmeras, o que também requer o bloqueio de assentos para as plataformas de câmeras da Fifa e dos detentores de direitos de transmissão", concluiu. Com a redução, o estádio de Itaquera receberá um número menor de torcedores que estarão nesta sexta no Morumbi para o amistoso da seleção contra a Sérvia.

Leia tudo sobre: fifacapacidadeitaquerãoaberturapúblicosão paulooperaçãotvjornalistas