Com Oscar, seleção vê palestra de Minelli e Candinho

Encontro com personalidades do futebol vem sendo rotineiro desde o retorno de Felipão ao comando da equipe

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

A noite de quinta-feira foi agitada no hotel no qual a seleção brasileira está concentrada em São Paulo, onde disputará amistoso nesta sexta-feira, no Estádio do Morumbi, diante da Sérvia, seu último compromisso antes do início da Copa do Mundo. O grupo, que ficou completo com a chegada do meia Oscar, acompanhou uma palestra dos ex-técnicos Candinho e Rubens Minelli.

Oscar foi liberado da seleção brasileira após o treinamento da última quarta-feira para acompanhar o nascimento da sua primeira filha, em Campinas. O meia retornou na noite de quinta-feira e o técnico Luiz Felipe Scolari conta com o jogador do Chelsea para o duelo com a Sérvia, encarado como um ensaio geral para a abertura da Copa, contra a Croácia, no dia 12.

Completo com o retorno de Oscar, o grupo da seleção brasileira assistiu a uma palestra de Minelli e Candinho. O encontro com personalidades do futebol vem sendo rotineiro desde o retorno de Felipão ao comando da equipe, em dezembro de 2012. E, dessa vez, os jogadores puderam conversar com os dois experientes treinadores.

Minelli é um dos principais técnicos da história do futebol nacional, mesmo que nunca tenha dirigido a seleção. O treinador venceu por três vezes o Campeonato Brasileiro, no comando de Palmeiras, Internacional e São Paulo. Hoje com 85 anos, ele usou a sua experiência na palestra aos jogadores.

"Você sempre orienta o filho sobre a maneira certa de se fazer algo. Fala várias vezes, insiste, até que vem alguém de fora e diz exatamente a mesma coisa. Aí o filho pensa: 'opa, o certo deve ser isso mesmo'. Foi com esse objetivo que convidei o Minelli, para passar para os jogadores toda a sua vivência", disse Felipão, ao site da CBF.

Já Candinho possui retrospecto mais modesto, mas tem passagem pela seleção brasileira. Ele foi auxiliar técnico de Vanderlei Luxemburgo entre 1998 e 2000 na equipe e até comandou a equipe uma vez, de forma interina, em vitória por 6 a 0 sobre a Venezuela, em outubro de 2000, pelas Eliminatórias da Copa.

Nesta sexta-feira, a seleção brasileira deixa o hotel onde está concentrada às 14 horas, seguindo para o Morumbi, onde vai enfrentar a Sérvia, a partir das 16 horas, no seu último amistoso antes do início da Copa do Mundo.

Leia tudo sobre: oscarseleçãopalestraseleção brasileiraincentivocopa do mundominellicandinho