Trânsito de São Paulo encafifa dirigentes

iG Minas Gerais |

Atrasos. Com a suspensão do rodízio de carros por causa da greve no metrô, situação nessa quinta-feira foi ainda pior na maior cidade do país
LUIZ GUARNIERI/ESTADAO CONTEUDO
Atrasos. Com a suspensão do rodízio de carros por causa da greve no metrô, situação nessa quinta-feira foi ainda pior na maior cidade do país

São Paulo. A greve no metrô em São Paulo, iniciada nessa quinta, pegou em cheio a chegada de alguns dos principais dirigentes da Fifa, que desembarcavam na capital paulista para reuniões da entidade. À reportagem, um exausto Michel Platini não escondia a surpresa. “Levei duas horas e meia do aeroporto ao hotel”, declarou. O ex-craque francês e atual presidente da Uefa está hospedado no Hotel Hyatt.

Quem também não deixou de se queixar foi um dos vice-presidentes da Fifa, Jim Boyce. “Foram três horas de trânsito nesta quinta-feira”, declarou, balançando a cabeça.

Jacques Anouma, presidente da Federação de Futebol da Costa do Marfim e membro do Comitê Executivo da Fifa, também era explícito sobre a situação em São Paulo. “Bem-vindo ao país do trânsito”, disse.

Na preparação do Brasil para a Copa, um dos pontos principais alertados pelos organizadores era justamente a mobilidade urbana e a capacidade das cidades de acolher milhares de turistas. Nessa quinta, em São Paulo, a Fifa manteve sua última reunião com a cúpula do Ministério do Esporte e com a CBF para repassar todos os detalhes da preparação.

Segundo a reportagem apurou, uma das preocupações é justamente o acesso aos estádios. A entidade teme que jogos comecem com parte das arquibancadas vazias por conta do problema de transporte nas sedes. O governo anunciou mega investimentos em todas as doze cidades que receberão a Copa. Mas parte das obras não ficou pronta e outras sequer começaram.

Causa. Os metroviários decidiram, nessa quarta, parar por tempo indeterminado. O sistema chegou a ser completamente paralisado no início da manhã dessa quinta, mas duas das cinco linhas voltaram a funcionar, e as outras três linhas operavam parcialmente, de acordo com o Metrô.

Os metroviários querem um reajuste salarial de 35,47% (7,95% de inflação mais 25,5% de aumento real). A companhia propôs 8,7%.

Catar 2022? Após ver seu nome envolvido nas acusações de corrupção para a escolha da sede da Copa de 2022, o presidente da Uefa, Michel Platini, se colocou favorável à realização de uma nova eleição se houver comprovação das irregularidades. O dirigente, porém, garantiu que não se arrepende de ter votado no Catar, que receberá a competição. “Foi a opção correta”, disse o francês ao jornal “L'Equipe”.

Críticas da CNBB A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) está distribuindo panfletos com críticas à Copa. Disponíveis em português, inglês e espanhol, os textos são entregues em paróquias e outros pontos do Brasil. O material também está no site da CNBB. O panfleto lista oito itens com “cartão vermelho” no Mundial. Da remoção de famílias e comunidades ao desrespeito à legislação trabalhista, a CNBB não poupa críticas ao que considera como pontos negativos do evento. Entre eles, a “apropriação do esporte por entidades privadas e grandes corporações, a quem os governos vêm delegando responsabilidades públicas” e “a inversão de prioridades para com o dinheiro público”.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave