Pimenta e Pimentel em Araxá

Pré-candidatos ao governo de Minas ficarão frente a frente, nesta sexta, no Conexão Empresarial

iG Minas Gerais | Isabella Lacerda |

Fernando Pimentel vai exaltar realizações do governo federal
douglas magno
Fernando Pimentel vai exaltar realizações do governo federal

Os dois nomes já colocados para a disputa pelo governo de Minas neste ano, Fernando Pimentel (PT) e Pimenta da Veiga (PSDB), devem ficar frente a frente, nesta sexta, em Araxá, no Alto Paranaíba. Eles farão palestras no Conexão Empresarial, evento voltado para líderes do mercado mineiro. Cada um deles, porém, vai usar de diferentes armas para tentar convencer o setor empresarial de que seu projeto representa o melhor caminho para o desenvolvimento do Estado nos próximos quatro anos.  

Enquanto o petista deverá criticar a gestão estadual e elogiar as ações do governo federal, o tucano vai adotar um discurso já comum dentro do PSDB: o de que o país passa por graves problemas econômicos, causados, principalmente, pela gestão do PT.

Pimentel será o sexto palestrante a falar para a plateia de empresário. Ele irá debater a economia estadual fazendo um diagnóstico da atual situação e indicando em quais áreas pretende fazer alterações, como já está pré-definido em seu programa de governo.

O documento prévio com as diretrizes de governo foi aprovado no último sábado pelo PT e deverá ser lançado oficialmente após a convenção estadual do partido. Desde quando começou a pré-campanha, o ex-ministro tem acusado o governo do PSDB, em Minas, de cometer erros na economia. “Os números da economia mineira expressam de forma veemente os erros de uma administração centralizada”, aponta documento apresentado aos petistas durante o evento do partido na capital mineira. Como solução, o partido propõe a criação de “centros de desenvolvimento em Minas” com a “diversificação da economia”.

Pimenta da Veiga, por sua vez, fará um comparativo entre a gestão estadual e a federal, apontando para as dificuldades que o Palácio do Planalto tem gerado nos Estados e nos municípios. Ele ainda deverá pontuar uma das marcas do governo tucano em Minas, o choque de gestão, já citado por ele em abril durante palestra no Conexão Empresarial em Nova Lima, na região metropolitana da capital mineira.

O tucano terá ainda um importante aliado no evento desta sexta em Araxá. O governador de Minas, Alberto Pinto Coelho (PP), também falará da economia mineira aos empresários.

Cara a cara. Desde o início da pré-campanha em Minas, Pimenta e Pimentel ainda não se encontraram publicamente em eventos. Apesar de terem participado, no mesmo dia, do Congresso Mineiro de Municípios, na ocasião eles não chegaram a dividir o mesmo espaço.

Nesta sexta, porém, a expectativa é que os dois cheguem no mesmo horário ao Conexão Empresarial, às 11h.

Retirado do ar

Vídeo. Pimentel comentou a decisão da Justiça de suspender o vídeo do PTB que o cita. “Lamento que o PTB tenha recorrido a esse tipo de expediente, mas a Justiça repôs as coisas no lugar.”

“PSB gosta de patrão”, diz Monteiro Recife. “O PSB gosta de patrão, o PSB valoriza os patrões”, afirmou nessa quinta o pré-candidato ao governo de Pernambuco, senador Armando Monteiro Neto (PTB), ex-aliado do presidenciável Eduardo Campos (PSB). “Quando o patrão está do lado do PSB, é empresário progressista, quando fica no outro campo, volta a ser patrão”. Monteiro Neto, que disputa o governo em aliança com o PT contra o candidato de Campos, o ex-secretário de Fazenda, Paulo Câmara, fez a provocação por ser apontado como “candidato dos patrões” por socialistas.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave