Lição de vida dada por quem aprendeu a sonhar

Morador de Nova Contagem, Gerson Jaime, conhecido como Borracha, é dançarino, rapper e ator e aprendeu desde cedo que é preciso ter fé nos sonhos para conseguir realizá-los

iG Minas Gerais |

Gerson Jaime. 

O artista Borracha, de 32 anos, é uma prova da importância de se acreditar nos próprios sonhos para ser feliz
o tempo contagem
Gerson Jaime. O artista Borracha, de 32 anos, é uma prova da importância de se acreditar nos próprios sonhos para ser feliz

Um artista de Contagem que encanta todo o Brasil. Esse é Gerson Jaime, mais conhecido como Borracha. Nascido no bairro Riacho e criado em Nova Contagem, o rapaz de 32 anos é dançarino, cantor de rap e ator, e aprendeu desde muito cedo a lutar pelos seus sonhos.

O apelido Borracha faz referência a uma característica que Gerson possui desde a infância: a flexibilidade. Uma peculiaridade que lhe permitiu se inserir no mundo da arte e investir na dança.

Hoje, Gerson Jaime, Borracha, além de apresentações por todo o Brasil, dá aulas de street dance para crianças do Educarte Lucas Braga, no bairro Funcionários, na região da Sede.

Um exemplo de vida

Apesar de sempre ter gostado dos palcos, Borracha conta que durante a infância era uma criança muito tímida. Ele conta que a dança faz parte de sua vida desde os seis anos, mas que mesmo assim era muito tímido. Aos oito anos, quando saía com a mãe para ajudar a vender verduras na rua e tinha que anunciar o produto em público, se incomodava muito com o que os colegas do bairro pensavam dele.

Após essa experiência, o rapaz trabalhou em uma academia em Belo Horizonte. Ficou por lá dos treze anos aos 26 anos de idade, período em que aprendeu muito, pois fazia de tudo. Seu apelido na época era Gerson Terapia, já que conversava e ouvia a todos. Foi trabalhando lá que ganhou o primeiro bolo de aniversário da vida, aos 18 anos, uma homenagem dos amigos.

O artista tem três irmãos, que vivem também em Nova Contagem. Dois são deficientes, e uma terceira, apesar de ser especial, foi aluna da Apae e hoje trabalha e consegue vive uma vida normal. “Se eu tivesse algo para dizer sobre minha família seria pedir a Deus para que não deixe que eu morra sem ajudar meus irmãos”, afirma Borracha.

O reconhecimento pela arte

Nesses anos dedicados à arte, Borracha já fez mais de 380 apresentações com seu personagem Roborracha, que faz performances de dança. Dentre os locais em que Gerson já esteve, estão os Estados da Bahia, São Paulo, Santa Catarina e Rio Janeiro, além de 17 cidades de Minas Gerais. Além disso, o artista também percorreu o exterior levando o seu talento, e fez shows em países como França e Panamá, acompanhado pelo Circo da Meia Noite, grupo que existe em Belo Horizonte há mais de dez anos e que é composto por profissionais circenses, músicos e atores.

Borracha também já levou seu talento para a televisão. Na rede Globo, por exemplo, atuou dramatização de uma das histórias exibidas pelo programa Linha Direta, que foi exibido até 2007. Por lá, também foi animador de palco dos intervalos do Domingão do Faustão. No período em que esteve no Rio de Janeiro, ele conheceu figuras como Renato Aragão e Fausto Silva.

No ano passado, Borracha também participou como ator de um espetáculo produzido pelo grupo Trama, de Contagem. A peça “Xô Te Dar uma Ideia!”, dirigida por Epaminondas Reis, passou por sete bairros da cidade, e foi um sucesso. Na peça foram discutidas a questão das drogas na sociedade, mostrando a rotina de uma família e a amizade entre um avô e sua neta para falar com humor e reflexão sobre substâncias lícitas e ilícitas que acompanham a busca do homem pelo prazer e conforto.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave