Disponibilizados R$ 20 milhões para a compra de feijão

Ministério da Agricultura trabalha para a garantia do preço mínimo do produto por meio da Aquisição do Governo Federal

iG Minas Gerais | Da redação |

Produtor deve entregar o feijão ao armazém da Conab mais próximo de sua localidade e solicitar a emissão do certificado de classificação e de depósito
Morozcomunicacao/ Divulgação
Produtor deve entregar o feijão ao armazém da Conab mais próximo de sua localidade e solicitar a emissão do certificado de classificação e de depósito

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento está trabalhando para a garantia do preço mínimo do feijão por meio da Aquisição do governo federal (AGF) e para isto foram disponibilizados do Tesouro Nacional R$ 20 milhões. A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) já vai dar início à compra do produto.

O secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura (SPA/Mapa), Seneri Paludo, ressalta que o governo vai atuar enquanto o preço de mercado do feijão estiver abaixo do mínimo.

O produtor deve entregar o feijão ao armazém da Conab mais próximo de sua localidade e solicitar a emissão do certificado de classificação e de depósito. Se o produto atender aos padrões exigidos, será emitida nota fiscal de venda e o produto entregue à Conab. Cada produtor poderá vender para a Conab as seguintes quantidades: Centro Oeste (60t); Sul, Sudeste e Norte (45t); Nordeste (6t). Agricultores familiares poderão vender até 6t para a Companhia.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave