Astro português quebra silêncio, mas não fala de lesão

CR7 concedeu entrevista a imprensa nesta quinta-feira, falou do orgulho em representar seu país na Copa, mas se esquivou de falar em lesão sofrida

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Cristiano Ronaldo em ação, em jogo que Portugal perdeu para a Rússia por 1 a 0
Cristiano Ronaldo Oficial/reprodução
Cristiano Ronaldo em ação, em jogo que Portugal perdeu para a Rússia por 1 a 0

Desde que se apresentou à seleção de Portugal na semana passada, Cristiano Ronaldo ainda não deu entrevistas. Ele luta para se recuperar de problemas médicos (lesão muscular na coxa esquerda e tendinite no joelho esquerdo) e não sabe nem se poderá jogar na estreia da Copa, dia 16, contra a Alemanha, em Salvador. Mas usou as redes sociais nesta quinta-feira para mandar uma mensagem de confiança para a torcida portuguesa.

Apesar de não falar dos problemas médicos que vem enfrentando na preparação para a Copa, Cristiano Ronaldo usou a mensagem publicada nesta quinta-feira para falar do seu "orgulho e prazer" de defender a seleção portuguesa, ressaltando ainda a "grande responsabilidade" de representar Portugal, ainda mais como capitão da equipe. "Eu ainda fico arrepiado quando ouço o hino português e não há nada que se compare a isso. Espero que um dia ganhe um título com a nossa seleção", escreveu o astro de 29 anos.

Supercampeão nos clubes onde passou, seja no Manchester United ou seja no Real Madrid, Cristiano Ronaldo foi eleito pela Fifa como o melhor jogador do mundo no ano passado. E é a principal arma da seleção portuguesa. "Vamos ao Mundial com esperança, mas também com a certeza de ter os pés firmes no chão. Temos ambição, mas com a consciência de que temos que estabelecer alguns objetivos, passo a passo, jogo a jogo", avisou. "Não somos os favoritos, mas vamos, como sempre, tentar fazer o melhor possível."

Para Cristiano Ronaldo, Portugal caiu no "grupo mais forte do Mundial". "Vamos dar um passo de cada vez. Sabemos que temos uma partida importante contra a Alemanha, a primeira da competição. Depois enfrentaremos Gana e, finalmente, Estados Unidos. O nosso objetivo, claro, é passar da fase de grupos. Depois veremos", afirmou o craque português.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave