Hodgson diz que ainda é cedo para cortar Chamberlain

O jovem meia-atacante se machucou no amistoso de quarta, contra Equador, e tem prazo de recuperação de duas semanas

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

Treinador Roy Hodgson tem até o dia 13 para decidir se manterá o jovem meia entre os 23 do english team
Roy Hodgson Oficial/reprodução
Treinador Roy Hodgson tem até o dia 13 para decidir se manterá o jovem meia entre os 23 do english team

O técnico Roy Hodgson manteve a cautela nesta quinta-feira ao afirmar que ainda é cedo para pensar em cortar Alex Oxlade-Chamberlain da delegação da Inglaterra. "Ainda é muito cedo para tomar qualquer decisão sobre o que virá a seguir. Só se passaram 24 horas desde o jogo e temos que esperar para ver o que acontece", declarou o treinador, preocupado com o estado físico do jogador de apenas 20 anos, do Arsenal. "No momento, Alex está recebendo o cuidado adequado. O departamento médico inglês está em contato direto com o Arsenal e nós, obviamente, estamos esperando pelo melhor".

Chamberlain se machucou no empate por 2 a 2 contra o Equador, quarta-feira, em Miami. Ele foi substituído aos 18 minutos do segundo tempo após choque com o equatoriano Carlos Gruezo. Apesar de não conseguir continuar em campo, ele saiu andando quando deu lugar a Jon Flanagan.

Nesta quinta, foi constatada um estiramento no ligamento medial no joelho direito, que exigiria duas semanas de afastamento dos gramados. Com este prazo, o meia ficaria de fora de pelo menos a estreia da Inglaterra, contra a Itália, no dia 14. Há, porém, suspeita de que tenha havido rompimento ligamentar, o que deixaria o jogador afastado por até seis meses.

Roy Hodgson tem até o dia 13 para decidir se manterá o jovem meia entre os 23 convocados da Inglaterra. Pelas regras da Fifa, cada seleção pode fazer mudanças no grupo, somente por motivo de lesão, até 24 horas antes da estreia na Copa.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave