Cruzeirense faz molduras para quadros que vão ficar na Cidade do Galo

Cidade do Galo recebeu nesta semana 58 quadros com imagens da conquista da Libertadores pelo Atlético no ano passado

iG Minas Gerais | ANTÔNIO ANDERSON |

Escolhida como centro de treinamento da Argentina na primeira fase da Copa do Mundo, a Cidade do Galo recebeu nesta semana 58 quadros com imagens da conquista da Libertadores pelo Atlético no ano passado.

As fotos foram emolduradas pelo cruzeirense Maxwell Teles, proprietário da Vivarte, de Belo Horizonte. “Sou cruzeirense, mas a minha empresa não tem paixão futebolística. Eu fiquei muito orgulhoso de fazer parte deste projeto”, afirmou Teles, que recebeu a encomenda dos quadros no dia 30 do mês passado e teve apenas 11 dias para entregar o trabalho.

Maxwell Teles já teve a oportunidade de acompanhar a Copa de 1978 realizada na Argentina. Naquela oportunidade, o Brasil acabou a competição em terceiro lugar. “Além da perda do título, outro fato que me marcou naquele ano foi uma campanha de um radialista mineiro que pedia a saída do Toninho Cerezo da seleção brasileira. Eu fiquei revoltado. Sou cruzeirense e ele atuava no Atlético, mas, neste momento, a paixão futebolística tinha que ficar em segundo plano”, lembrou o empresário.

“Felizmente a campanha dele não deu certo e o Cerezo representou o Brasil na competição”, lembrou Maxwell Teles, que não está muito animado para a Copa do Mundo no Brasil. “Sinceramente, eu preferia que fosse em outro país. Não pela nossa seleção, para quem vou torcer sempre, mas por tanta coisa de errado que vem acontecendo e pelas promessas não cumpridas. É muito triste ver o dinheiro que foi gasto para a construção dos estádios e imaginar as condições em que se encontram os nossos hospitais”, destacou o empresário.

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave