Bahia é denunciado no STJD por superlotação em jogo

Clube pode ter de jogar com portões fechados depois das confusões em partida contra os Santos

iG Minas Gerais | AGÊNCIA ESTADO |

O Bahia corre o risco de ser obrigado a jogar com portões fechados no Campeonato Brasileiro por conta da superlotação nas arquibancadas do estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana (BA), palco da partida do último dia 29 de maio diante do Santos pela oitava rodada do Brasileirão. O clube foi denunciado ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (SJTD) pela Procuradoria Geral do órgão.

Na denúncia, a procuradoria pede que o Bahia seja punido com base no Estatuto do Torcedor, no Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) e no Regulamento Geral das Competições, da CBF. O órgão reclama da presença de público acima da capacidade máxima e do caos criado com a superlotação, que obrigou torcedores até a pular para o gramado.

O clube baiano também foi denunciado no artigo 213 do CBJD devido à lata de cerveja que foi lançada em direção ao técnico do Santos, Oswaldo de Oliveira. Cada um dos dois casos pode render ao Bahia 10 perdas de mando de campo.

A partida contra o Santos aconteceu em Feira de Santana porque os três grandes estádios de Salvador já estava cedidos à Fifa. A Arena Fonte Nova será palco de partidas da Copa, enquanto Pituaçu e o Barradão serão utilizados como locais de treino.

 

Leia tudo sobre: Clique para inserir palavras chave