Diretoria do Galo aguarda decisão da CAS sobre o caso Kléber

Cúpula alvinegra espera receber cerca de R$ 7 milhões do Marítimo, que dificultou venda de atacante ao Porto no início da década.

iG Minas Gerais | DA REDAÇÃO |

Dirigente também se mostrou tranquilo quanto à liberação do dinheiro da venda de Bernard
Flickr Atlético/Bruno Cantini
Dirigente também se mostrou tranquilo quanto à liberação do dinheiro da venda de Bernard

A “novela Kléber” pode chegar a um desfecho em menos de um mês, após quase cinco anos de muitas reviravoltas. O debate na Corte Arbitral do Esporte foi encerrado e o resultado sairá dentro de um prazo de 30 dias.

Nesta semana, o presidente do Galo, Alexandre Kalil, viajou para a Suíça para dar seu depoimento no julgamento do Marítimo, de Portugal.

O clube português havia sido condenado pela Fifa a pagar uma indenização de cerca de 7 milhões ao Atlético, por ter dificultado a negociação do avante com o Porto.

“O Marítimo entrou com recurso na Comissão Arbitral do Esporte (CAS), localizado na Suíça. Quando esse órgão faz um julgamento, ele costuma ouvir as partes envolvidas. Depois de ouvir todos os lados e de serem esgotadas todos as possibilidades, serão de 15 a 30 dias para que saia uma decisão”, informou o diretor jurídico do Atlético, Lázaro Cunha.

Kléber foi formado nas categorias de base do Galo e se transferiu para o Marítimo em 2009. Na segunda temporada do centroavante no clube português, o Porto apareceu com uma proposta maior de compra. No entanto, o Marítimo dificultou a ida do atleta para o Porto, atrapalhando os planos da equipe alvinegra, que receberia uma quantia pela venda.

Leia tudo sobre: AtléticoGaloKalilKléberMarítimoPorto